Bálsamo e veneno (sobre mulheres de escorpião)

8 jul

Sou muralha
Que se rompe com afeto,
Um rio caudaloso
Fluindo em paixões.
Ou um vulcão indomável.
Posso ser doce ou feroz,
Benévola ou cruel.
Sou fria ou muito intensa,
Sou rosa ou espinhos.
Sincera e amiga.
E também vingativa.
Minha alma é um abismo obscuro
Que se alimenta do exótico.
Profunda e obsesssiva ,
Sensual e dominadora,
Erótica e protetora.
Sou bálsamo ou veneno,
De acordo com minha razão.
Sou mulher de escorpião!

Bela Síol (07/07/2011)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: