Pérolas da Vida (tesouro do amor)

12 jul

Somos amantes que um dia navegaram no mar azul do céu.
Peixinhos coloridos a nadar entre pétalas d’saudades.
Sangue fervente e permanente – encontro dos rio Negro com Solimões.
O delírio, o lírio chinês _ o amor perfeito debaixo dos arvoredos.
A pérola multicor, o beijo frio, aquecido por muito carinho….
Somos a cumplicidade do pomar com as sagradas macieiras.
Nascemos da semente, nos fortalecemos nas raízes da sincronicidade.
O verdadeiro amor se refaz todas as noites, entre incontáveis estrelas…
Guardamos todos os segredos debaixo dos edredons da vida.
E quando de viagem chegar, irei ocultar o meu tesouro, nos olhos da tua sabedoria.
Quanta doçura entre a canção e o teu violão, entre a arte e tuas mãos?
Vou seguindo meu destino, suportando a distância, entregando-me de bandeja a tua voz certeira.
Somos o vento no final da tarde, a vontade do querer, as mãos entrelaçadas de tanto prazer.

Luciana Rocha 12/07/11

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: