Contradições (Bela Síol)

2 ago

 

Recordar o que não se viveu,

Desistir do que não existiu,

Valorizar o que não se teve,

Ter saudade do que não foi amor.

Esperar o que não foi prometido,

Se agarrar ao que foi quebrado,

Sonhar com o que é impossível,

Idealizar o ser amado.

Sentir o gosto do beijo não dado,

Ou o calor do corpo não tocado,

Ouvir a voz que só se expressou em palavras,

Tecer poesias quando a beleza se foi.

Não há lógica no querer ou no não querer,

Não há razao para ir ou ficar,

Não há brilho ou emoção no olhar,

Somente a frieza, a indiferença,

O esquecimento e o nada,

Ocupando o lugar deixado

Pelo amor não vivido.

 

Bela Síol 01/08/2011

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: