Inquietude… (Em busca de atitude…)

3 ago
Ausento-me de mim.
Por fração de segundos perco-me em ti.
Se te procuro, me encontro.
Se me perco, me acho em ti.
Assim, abandono-me, reencontrando-me em ti.
Não há o que fazer.
E, nem o que pensar.
Tudo que eram palavras esvaíram-se.
E o choro calou. A saudade partiu.
O vazio chegou com o frio.
Tudo foi dito.
Calado o amor fechou a porta atrás de si.
Em soluços sufocados o amor gelou.
Inundando a cama vazia…
Os lábios trêmulos revelam as paredes o amor.
E assim, a embarcação Esperança se foi.
Do mesmo modo, a mulher cristal espatifou-se.
Permanecendo com o mesmo olhar molhado.
Olha a sacada do tempo,
O vento assovia a música do adeus.
E amor abre as asas…
Em queda livre, finda.

Luciana Rocha. 03/08/11

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: