Tortura do tempo (Bela Síol)

30 set

O tempo na face cruel:

Endurece a razão,

Escurece o brilho,

Desafina o cântico.

Enegrece os sonhos,

Faz brotar o medo,

Dissipa a confiança.

Esse implacável e dissimulado inimigo!

Fortalece as incertezas,

Reforça  a impotência,

Enfraquece os sentidos.

Ë um cavaleiro negro ,

Raptor da criança interior,

Carrasco  de muitas vistudes,

Deixando muito ou quase nada quando passa.

Esse taciturno ancião,

Nada benevolente ou justo,

Que costuma maltratar  e humilhar o adulto,

E atemorizar com a eminência de sua chegada,

É o mesmo algoz que  mascarando a maldade,

Detona o tiro de misericórdia

Impondo-se ao velho!

 

(30/09/2011)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: