Amor próprio (Bela Síol)

19 out

 

Meu amor próprio,

É tão próprio,

Que me quer só pra si,

Tem ciúmes de mim,

E não quer me perder,

Porque não quer,

Que eu me perca de mim!

E esse amor me basta!

Me sobra e de mim transborda,

Em amor pela vida,

Deixando espaço pro outro,

Adentrar meu coração ,

E construir uma mansão,

De janelas amplas,

Que irradiam alegria.

É o amor próprio que nutro por mim,

A razão de desejar o outro,

E me entregar sem medo,

Com confiança e desejo.

 

Bela Síol (18/10/2011)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: