AO MEU TRITÃO (Lu Rocha)

17 nov

Fecho os olhos
Vem suspiro
Mergulho no sonho
Beijo segredos
Roubo oxigênio
Esbarro em corais
Alucino no fundo do mar
Mar que me pertence
Latente pressão
Segredo e colchão
Na areia Zyrennah
A sereia faceira
Deita-se
Aconchega-se
No peito Neptuniano
Por ser filho de Poseidon
Nos mares vai cantando
Acalmando
Qualquer tormenta
Ele sim é o meu amor
Por saber quem sou
Eu sou a filha de Atlas.

By Lu Rocha. 17/11/2011

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: