Amor de sacerdotisa (Bela Síol)

30 dez

 
Pudera um dia,
Conhecer os mistérios dos deuses,
Desses que se escondem em cada alma humana,
Sentir o calor da centelha divina,
Assoprar a brasa pra reavivar o fogo da vida.
Quisera ser a donzela,
E despertar nos que amo,
A natureza selvagem dos lobos,
Que caçam em matilha.
E acolher nos seios os filhos a mim confiados,
E resguardá-los das dores do mundo,
Tal qual a mãe protege o filho,
Quando ainda indefeso.
Mas hoje, tomada pela anciã,
Ofereço a sabedoria ainda pequena,
Para que meus guerreiros enfrentem a vida,
Confiantes na roda que gira,
Trazendo bênçãos de cura pra alma,
E a confiança plena na deusa,
Que em mim habita,
Saudando os deuses que trazem consigo.

Bela Síol 29/12/2011

Uma resposta to “Amor de sacerdotisa (Bela Síol)”

  1. prirhianon 04/01/2012 às 0:00 #

    lindoooo!!!!
    mae voce mandou! é muito lindo e tambem muito verdadeiro!
    te amo mae

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: