Coração vazio (Bela Síol)

9 jan

Ando por estradas,
Distraída com a paisagem,
Contando estrelas ou corando ao sol,
Alento pra um coração vazio,
Retumbante em ansiedade.
Já não recordo os últimos amores,
Que jazem num passado distante,
Mas espero reencontrar a paixão,
E em seus braços me deleitar.
Sinto as mãos frias e os dedos enrijecidos,
Que há muito não entrelaçam com outros,
E meu próprio corpo esqueceu o ritmo,
De seguir a dança dos apaixonados,
Que se embriagam no doce veneno do êxtase.
Faz mesmo muito tempo,
Que meu coração se encheu de poeira,
E tornou-se um espaço sombrio,
Onde nenhum visitante ousa entrar,
Embora suas portas estejam escancaradas,
À espera de um ocupante que nele venha morar.
Pois um peito vazio carrega as ruínas do tempo,
Tornando-se um mausoléu de lembranças,
Que a solidão só faz maltratar.

Bela Síol 08/01/2012

 

3 Respostas to “Coração vazio (Bela Síol)”

  1. Wellington 06/07/2012 às 8:43 #

    É visão fiel de um deserto
    Uma noite sem ter luz de um luar
    É sentir no seu peito faltar ar
    São dois passos sem ter o destino certo
    É um livro com poeira bem coberto
    Sertanejo vendo dias sem chover
    Uma planta que sem chuva vai morrer
    Um serrote que perdeu todo seu fio
    Coração sem amor é feito rio
    Sem ter água no leito pra correr.

    Um preso sem ter a liberdade
    Dois meninos maltratados num sinal
    É romance quando chega ao final
    Ter saudade por morar noutra cidade
    Não ter mais na visão a claridade
    Um devoto que não sabe se benzer
    A saudade que machuca e faz sofrer
    É um grito sendo dado no vazio
    Coração sem amor é feito rio
    Sem ter água no leito pra correr.

    Bandeira sem vento pra agitar
    Uma canga de madeira sem os bois
    Um abraço deixado pra depois
    O relógio que parou de funcionar
    Sentinela sem ter nada pra guardar
    O soldado sem a ordem do volver
    Um herói quando perde seu poder
    Uma dupla que um dia foi um trio
    Coração sem amor é feito rio
    Sem ter água no leito pra correr.

    Wellington Rocha

Trackbacks/Pingbacks

  1. Coração Vazio ( Wellington Rocha) « Mago Poeta - 06/07/2012

    […] ter luz de um luar É sentir no seu peito faltar ar São dois passos sem ter o destino certo É um livro com poeira bem coberto Sertanejo vendo dias sem chover Uma planta que sem chuva vai morrer Um […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: