Germinando (Bela Síol)

23 abr

Brota em mim,
A semente do fascínio ,
Que teima em vencer,
A terra da incredulidade,
Até revelar o broto verde,
Viril e tenro do encantamento.
Eis que visito o mundo dos deuses,
E me seduzo pelo dos homens.
E eu sou a semente,
Que busca alimento de luz,
Em mágica fotossíntese.
Rompi a escuridão terrena,
O portal que me prendia o corpo,
E amedrontava a alma.
Me sacrifiquei pela dor,
De deixar o conforto do seio da terra,
E olhar para o alto.
A couraça é pesada e necessária.
A mão há de ser firme empunhando a espada,
Que desbravará os caminhos,
Abrindo atalhos na densa floresta,
Formada pelo conhecimento trançado,
Tal qual cipó entrelaçado…

Bela Síol 21/04/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: