Fogo mulher (Luciana Rocha)

8 jul

 

Existe um fogo que arde sem doer…

E sobre este fogo ela dança descalça, sapateando sobre as brasas do tempo em busca de sinais, das mãos entrelaçadas, do olhar profundo,
do único gostar…

Enxarca pradarias, enquanto caminha no deserto do Eu Só, sem o Ter.
E assim, sente o vento que dá-lhe a vida enchendo de ar os seus pulmões. Cerre os olhos neste tempo das formas sem castiçais, sem os paredões de pedras, sem os bornais. Sim, cerre os olhos e a cortina deste tempo inefável e atordoante dos casais. Venha, chegue mais, chegue perto das estrelas, desta centelha e devolva-me quimeras, apenas o quinhão do teu amor…

 

Luciana Rocha 08/07/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: