Proposta de casamento (Bela Síol)

11 jul

Eu desejo o amor. Ele deseja também. Temos sonhos em comum. Temos planos em comum. A nossa realidade é que fode a porra toda. É to puta mesmo. E daí? Não tenho direito a xingar? A expressar o lamento de um possível amor perdido? De uma proposta impossível de ser aceita? Sou capaz de grandes sacrifícios por amor! Ou acho que sou! Não seria o bastante, abandonar a família, os amigos e ir viver com ele, no mundo dele? Não bastasse isso, ainda teria eu que desempenhar um papel que nunca quis pra mim? Pois é! Não sou a dona de casa perfeita! Sou a dona da minha casa! Não da dele! Sei que teria algumas regalias como acordar ao seu lado e fazer amor pelas manhãs! Sei que teu corpo esquentaria o meu durante o inverno! Sei que o primeiro inverno me despertaria um fascínio nunca antes experimentado. Mas a neve caindo ano após ano, esfriaria o meu coração e nem mesmo o seu corpo seria suficiente pra me aquecer. E no final talvez eu olhasse pra trás e o culpasse de me roubar os verões. Não quero um amor com culpas e culpados. Definitivamente prefiro o vazio sem amor, a um amor com cobranças que não posso suprir. Não sou capaz de violentar a mim mesma. Nem matar a minha essência por amor, porque no final terá faltado o amor a mim mesma. À proposta dele, infelizmente tive que dizer não.

Bela Síol 11/07/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: