Quando Chegar (Sandra Luiza)

14 ago

Me alcança o abismo, o infinito, o fim
Me alcança o mundo, o fundo, o jardim
Me alcança a caneta, o copo, aquilo que não tem fim

Me alcança o frio, o calor, o temor de mim
Me alcança a flecha, a lança, a vontade que está em mim
Me alcança o saber, o entender, o compreender porque tudo é assim.
Me alcança o tope, o laço, o nó que aperta em mim
Me alcança o fio do mundo nessa história sem fim.
Sandra Luiza

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: