Faxinas…(Bela Síol)

2 out

Choro hoje tudo o que posso,
Lamento tudo o que tenho,
E que vejo partir.
Derramo dos olhos,

Água e sal,
Para lavar meu sofrimento,
E aliviar aqui dentro.
Me afogo no pranto,
Para sufocar e banir a tristeza,
Essa imensidão sem sentido,
Que é a tua ausência.
Expresso com lágrimas,
A lástima que sinto,
Ao ver os sonhos partidos,
E o que podiam ter sido
Mas que eclodem
Como bolhas de sabão.

Bela Síol 30/09/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: