Toda mulher (Bela Síol)

6 out

Dentro de toda mulher há uma puta,
Recalcada pela culpa ou nem tanto,
E dentro de alguns homens também,
Em forma de amor ou saudade.

Ela representa o poder sobre o macho,
Não pela quantidade de falos despojados,
Mas pela atitude permissiva e safada,
De quem brinca com fogo sem medo,
E quem não se furta a realização dos desejos.
Seja com o amor de toda uma vida,
Ou com quem instantaneamente lhe apeteça.
Toda mulher devia dialogar com a puta,
Como se esta fosse sua analista,
E talvez seus conselhos revelassem segredos,
Os mais profundos da alma,
Únicos capazes de proporcionar a plenitude e o êxtase.

Bela Síol 06/10/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: