Contagem regressiva…(Bela Síol)

31 out

Todo ano… novo ano,
Meu momento pessoal,
Hora de minar as certezas,
Desconstruir os sonhos vazios,

Desenhar novo caminho.
A hora nua do espelho,
Em que me ponho de joelhos,
Diante da deusa em mim.
Todo ano a mesma coisa,
Ainda que ilusão diferente.
Planos recém concebidos,
Atitudes não produtivas,
E o fracasso de fazer tudo igual.
Esse ano vai ser de outro jeito,
Pois estou aprendendo respeito,
E contando a passagem do tempo,
Tocando na fronte os fios de prata,
E amando cada ruga e expressão,
Que traçam minha sabedoria.

Bela Síol 30/10/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: