Emaranhados (Bela Síol)

2 nov

Quando o caminho parece entroncado,
É que encontro meu rumo.
Quanto mais cabelos emaranhados,

Mais me jogo ao vento.
Quando sinto o coração apertado,
Me permito ousar.
Quando o tempo parece parado,
Hora de sonhar.
Quando destilam falsa doçura,
Me coloco mais alerta.
Quando se ameaça a verdade,
A intuição me liberta.
E lá vem os rótulos a me enfeitar!
Teimosa, impulsiva,
Trevosa, Orgulhosa.
Mas para todos, respondo:
Invejada, livre, sincera e feliz!
Dona do meu próprio nariz,
Detentora do que muitos sonham,
E não realizam,
Porque temem escolher o caminho,
Temem a bifurcação,
E se escondem dos ventos!

Bela Síol 01/11/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: