Gaiolas (Bela Síol)

10 nov

Até que eu gostava da gaiola,
Cantava e saltitava no meu espaço limitado,
Onde contraditoriamente desvendei um mundo novo.

Um dia, o meu dono abriu a gaiola e me pôs pra fora,
Assim, sem motivo e por mero capricho…
Talvez pra me tentar…
Eu não sabia ou não queria voar,
Mas mesmo com dores, voei…
Hoje ele me pede pra voltar,
Sem saber que ao voar avistei outras gaiolas,
Tive tempo de observar suas fechaduras,
E sabedoria de entender seus mecanismos…
Aprendi a me prender quando quiser,
E se eu quiser….
Porque sei como abrir e fechar qualquer gaiola!

Bela Síol 09/11/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: