Porta entreaberta (Bela Síol)

22 nov

O que me prende a você,
É algema aberta,
Porta entreaberta,
O mistério do não planejado,

O sabor do desconhecido.
Não sei quando vens,
Nem tenho certeza se vens.
E ainda assim estou presa,
À espera, à espreita!
Pressinto tua chegada,
Escuto teus passos ainda distantes,
Capto na brisa, teu cheiro!
Meu arrepio, meu alvoroço!
Não és meu, não sou tua,
Mas me prendo a você,
De forma ou de outra,
Disfarçando te pertencer.
Não sou tua dona,
Mas em nossos momentos,
Me solto e és somente meu!

Bela Síol 21/11/2012

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: