Alma vadia (Bela Síol)

26 jan

Image

Minha alma ainda te quer, 
Mas eu não!
Se preciso for, me separo dela,
Pra não aturar teu falso amor.
Alma que se contenta com pouco, 
Que se vende por belas palavras,
E vagueia cega às tuas atitudes.
Alma vadia! 
Deveras marcada de tanto apanhar.
Pouco se importa comigo, 
E nem por si mesma decide lutar. 
Vítima da própria covardia!
Escrava das infelizes escolhas.
Alma! De ti hei de me apiedar!

Bela Síol 23/01/2013

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: