Caminhos de volta (Bela Síol)

23 maio

 

 Image

Cada vez que revisito o passado,

Pareço acorrentar-me de novo,

Deixo de olhar para a frente,

Deixo de seguir meu caminho.

Cada vez que remexo feridas,

Desfaço a maior obra do tempo:

As cicatrizes!

Voltar é perda de tempo,

É retrocesso, involução.

A doença inicia-se no passado,

Incomoda o presente,

Pra ter a cura no tempo futuro.

Se hoje tenho problemas,

No tempo vindouro terei solução.

Anseio tudo o que estar por vir,

Só consigo seguir em frente,

Até porque o mundo dá voltas,

E nesses redemoinhos da vida,

Volta e meia, volto ao ponto de partida.

 

Bela Síol 23/05/2013 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: