Dias desapaixonados (Bela Síol)

4 jun

dias

Tem dias que acordo vazia de amor,
E os olhos dele parecem sem brilho,
O corpo que dorme ao meu lado,
Parece distante, intangível,
Ou seria a alma que nele habita?
O fascínio parece perdido,
O tempo que estou ao seu lado jaz esquecido,
Tantos! Quantos anos mesmo?
Aqueles muitos!
Entremeados por dias de desamor.
Não estou magoada, nem tenho motivos.
Só que hoje acordei sem amor,
Com uma vontade insana,
De começar de novo a paixão,
Provar o desconhecido primeiro beijo,
Sentir a falta dele e esperar ligação,
Com o coração pulsando na boca.
Sou viciada em paixão,
E nesses dias desapaixonados,
Pareço sentir os efeitos da abstinência,
Que passa, quando ele acorda,
Me olha nos olhos e sorri,
Balbuciando meu nome como se fosse proibido.

Bela Síol 04/06/2013.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: