A debutante (Bela Síol)

3 mar

debut

Ouviu clamores,
Atendeu chamados,
Saboreou os dias,
Tragou os mistérios da noite.
Vagou perdida,
Ao encontro de si mesma.
Calou os medos,
Desvendou segredos.
Dançou descalça,
Sobre brasas da maldade.
Varreu as cinzas,
Alimentou os sonhos,
Teceu planos e os realizou.
Correu na chuva,
Mergulhou no abismo do mar,
Desceu aos infernos,
Até vôos mais altos alçar.
Colheu ervas de sabedoria,
Sorveu o chá da magia,
Comungou com encantaria.
Lançou pragas e maldições,
Afiou a lâmina da vontade.
Baniu de si a ingenuidade,
Forjou-se no fogo da vida.
Em seu coração,
Paz e guerra se alternam,
Na balança da justiça.
Ela está pronta,
Vestindo ousadia,
Abanando o leque da heresia.

Bela Síol 19/04/2017

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: